Comunicação assertiva: o poder da sua voz!

Todo mundo usa a voz nas tarefas do dia a dia. Mas você já parou para observar a forma como você a usa? Pouca gente nota os diferentes aspectos da própria voz, mas notam rapidamente defeitos na comunicação de outras pessoas. Neste texto, você saberá como a sua voz pode te ajudar a garantir uma comunicação assertiva!

Você conhece a sua voz?

vozÉ muito comum estranhar a própria fala vinda de uma gravação de áudio ou de um vídeo. O timbre, a respiração, os vícios de linguagem… Sempre tivemos mais facilidade em perceber tais nuances quando ouvimos do que quando falamos.

Essa barreira toma outros rumos quando precisamos ir ao público — seja através de um vídeo, uma apresentação, palestra ou entrevista. A falta dessa observação sobre a própria voz e os aspectos que a envolvem pode tornar sua comunicação praticamente inefetiva!

O problema é que muitos profissionais vão ao público sem se atentar a essas nuances. Quando há um desacordo entre a sua voz e a comunicação que tanto pretende passar, em muitos casos, o que prevalecerá é o ruído da mensagem. Dessa forma, o ouvinte não capta o cerne da informação, inibindo suas chances de venda. Sua comunicação não foi, portanto, assertiva!

Mas o que é comunicação assertiva?

A assertividade é a capacidade de uma pessoa de estabelecer um posicionamento claro e coerente. Essa denominação está intimamente relacionada à objetividade e à proposta de não deixar margem para dúvidas. Diz-se, inclusive, que uma pessoa assertiva está no meio termo saudável entre a agressividade e a submissão.

Aplicada à comunicação, a assertividade traz convicção e firmeza à mensagem. Diante de um orador com essa qualidade, o ouvinte tem mais facilidade para compreender a mensagem, refletir sobre ela e se engajar com o assunto! O vídeo acima é o exemplo de um aluno do curso No Interior Da Voz, ex-aluno do ITA que sentiu na calma da própria fala a necessidade de aprimoramento!

O futuro é audiovisual!

É claro que muitos profissionais e lideres de mercado conseguiram sucesso sem dominar a própria voz. Mas vale a reflexão: o quão mais longe eles teriam ido com uma comunicação assertiva? Ainda mais nos tempos atuais, em que a internet impera como veículo de alcance de um público vasto?

audiovisualO ponto chave que queremos ressaltar aqui é que esse conhecimento nunca foi tão necessário. Num contexto em que as campanhas de vídeo-marketing estão tomando conta, você precisa dominar os elementos que as compõem! A importância desse conhecimento, atualmente, equipara-se à de aprender a datilografar nos anos 90!

Sim, você precisa estar bem aparentado no vídeo, ter boa postura… Mas a imagem é apenas um dos elementos que constituem um conteúdo audiovisual. Sua desenvoltura precisa acompanhar o objetivo da sua mensagem. Não só a voz, como os gestos que você realiza, sua expressão… Tudo contribui (ou atrapalha) na hora de construir uma boa impressão!

O sentimento da fala!

Não é difícil perceber que a maneira como uma ideia é transmitida traz diferenças no sentimento do ouvinte sobre ela. Ele pode ser mais próximo ou mais distante do seu próprio, dependendo de vários fatores. Há opiniões divergentes sobre o peso dessa discrepância numa conversa cotidiana. Mas, em uma empresa, isso pode ser um fator disjuntivo em suas chances de venda!

Uma comunicação assertiva visa trazer esses dois sentimentos — do orador e do ouvinte — para perto. Portanto sua dicção, eloquência, gestos e até as palavras utilizadas devem ser analisadas.

Quer um bom exercício? Experimente proclamar uma poesia, um dos exercícios que pedimos para nossos alunos do curso No Interior Da Voz. A proposta aqui é desenvolver sua fala e evitar a prevalência de um mero ruído. Esta é apenas um trecho do curso, então, se quiser aprimorar sua comunicação, recomendamos que inscreva-se e confira nossas dicas!

, , ,

Confira também:

Menu