Home office: um novo jeito de trabalhar?

A cada dia mais pessoas estão deixando os escritórios — ou melhor, levando-os para dentro de casa. Esse é o conceito de home office. Mas como isso funciona? Será que vale a pena?

Home office é uma tendência!

Person Typing on Laptop

Ano após ano, vemos o mercado se tornar cada vez mais digital. Algumas profissões antigas se modernizaram para aproveitar esses recursos e até surgiram novas profissões inteiramente na web! Nisso, começamos a falar em freelancing e outros termos que acabam andando lado-a-lado com a ideia do home office.

Mas não é só o mercado digital que contribuiu para isso. Hoje é fácil criar um MEI e separar um canto da casa para trabalhar. Além disso, a lei da terceirização também incentiva esse tipo de abordagem. Então quem tem ou pretende ter uma empresa pode ver nisso uma grande oportunidade (até para não ter que arcar com custos de um escritório separado)!

Mas isso não é só para quem trabalha autonomamente! Muitas empresas já dão essa liberdade para seus funcionários, exigindo apenas uma ou duas visitas ao estabelecimento por semana. Então você pode fazer em casa o que faria na empresa e ir lá de tempos em tempos para ver se está tudo em dia!

Trabalhar em casa?

Uns veem nessa ideia a solução de seus problemas (nada de trânsito, a rotina é mais flexível), outros veem como um pesadelo (“levar trabalho pra casa?”). Mas o fato é que, como tudo na vida, há vantagens e desvantagens…

Pois é, quem trabalha em casa não precisa enfrentar trânsito, então há um ganho expressivo de tempo. Sim, você mesmo pode construir sua rotina como achar melhor. São duas vantagens consideráveis, mas que exigem disciplina para poder aproveitá-las.

É muito fácil, por exemplo, extrapolar no trabalho e deixar que ele tome todo o tempo livre que você ganhou do trânsito. Também é fácil deixar que essa rotina flexível te permita procrastinar.

Home office significa literalmente ter um escritório em casa. Mas quem é adepto ao home office pode muito bem levar o escritório consigo para onde preferir! Você pode trabalhar sentado à mesa de uma lanchonete ou numa cadeira de praia!

Fica fácil ter essa mobilidade quando sua maior ferramenta de trabalho é um computador com internet. Entretanto, fica evidente que o formato do home office é melhor aproveitado por quem trabalha nos meios digitais supracitados. Fotógrafos, programadores e designers, por exemplo.

Separando o “home” do “office”!

Apesar de tudo, é possível solucionar algumas dessas desvantagens! Como? Tratando o home office como um trabalho convencional! Não é porque você não está num endereço comercial que as regras vão mudar!

Uma dica é se vestir para trabalhar como se fosse sair de casa e só colocar as roupas casuais depois que terminar tudo. Ou seja, nada de pijama e chinelos o dia todo! Isso vai colocar seu cérebro para trabalhar e vai te fazer desejar terminar tudo o mais rápido possível!

Outra sugestão é separar bem os ambientes de trabalho e descanso. Home office no quarto? Isso só vai te fazer alternar entre ficar deitado ao celular e sentado à mesa trabalhando! Deixar os dois lugares separados te impõe que você só irá para o quarto quando realmente puder relaxar!

Mas o principal aqui é a disciplina. Tudo que falamos aqui se resume nela! Desde a rotina até a organização do escritório, tudo contribui para tornar a experiência do home office mais produtiva!

, , ,

Confira também:

Menu