A moda do e-commerce (parte 1)

Quem não gosta de ficar “de boas” em casa, com seu computador, navegando pela internet e consultando as promoções e novidades de compras? Claro, isso é bem mais cômodo. Serviços como imobiliárias, restaurantes, tecnologia, viagens e até mesmo setores do vestuário já adentraram no âmbito virtual com a finalidade de ficar mais próximo do seu cliente, oferecer um serviço de primeira linha além de aumentar o lucro da empresa. Afinal, todos nós estamos conectados e queremos promoções.

Beleza. Você já compra na internet, já tem o costume de fazer as suas compras em determinados sites, já sabe o tempo que leva para o produto chegar até você, mas é preciso ficar atento algumas questões que ocorrem nesta prática. Então vamos lá: o primeiro passo é saber o que é um e-commerce.

O que é um e-commerce?

O e-commerce é a abreviação do termo eletronic commerce, ou seja, funciona como um comércio eletrônico. Dentro de um sentido mais amplo do termo, é basicamente todo comércio com suas transações financeiras que são realizados por meios eletrônicos, como os computadores e celulares. As lojas virtuais foram criadas para a realização deste serviço e utilizam da internet para seu canal de negociação.

A tão conhecida prática começou a entrar em vigor em meados do ano de 1970. Até hoje, com o avanço acelerado do acesso à internet, a sua praticidade e comodidade vem conquistando cada vez mais usuários. Se você gosta de comprar na internet, se liga nas dicas:

  • Ao efetuar a sua compra, utilize o seu computador pessoal.
  • Compare antes e efetuar a compra. Vários sites podem ter o mesmo produto e podem ter preços diferentes;
  • De acordo com Decreto Federal nº 7962/13, a loja on-line precisa informar em local visível número de CNPJ, endereço físico e número de telefone. Se não tiver essas informações e o preço for atrativo, não efetua a compra!
  • Se o preço do produto que você deseja for muito abaixo do mercado dentro de uma loja virtual: desconfie!
  • Pesquise sobre a reputação da loja virtual. O site www.reclameaqui.com.br está aí pra te ajudar!
  • Se você tiver intenção e data marcada para uso do produto: compre com antecedência e fique ligado no prazo de entrega.
  • Preste bastante atenção nas características do produto.
  • Devolução: É direito do consumidor, caso não agrade do produto, se arrepender da compra dentro do prazo de sete dias corridos após o recebimento.

OK, mas você deve estar se perguntando: O que a moda tem a ver com isso tudo? Muita coisa! As lojas físicas de roupas estão se “virtualizando” para oferecer ao seu público mais um tipo de serviço.

Claro, tudo é bem pensado e estruturado. Assim como nós clientes, as empresas que decidem abrir uma loja virtual estão atentas as novidades de mercado, as nossas necessidades e acima de tudo, querem fazer um serviço diferenciado a fim de prender a nossa atenção e conquistar a nossa fidelidade.

A prática de compras online está cada vez mais presente dentro da sociedade moderna. E você, já comprou seu look na internet?
, , ,

Confira também:

Menu