Inbound marketing: O vicio da captura!

Para as empresas que querem se embrenhar nas técnicas de atração de clientes, o conceito do inbound marketing é constantemente associado à captura de leads e funil de vendas. Mas, para quem está do outro lado, os clientes, só isso não basta e pode se tornar enfadonho se usado consistentemente. Como ser mais vigilante, então, e ter certeza que sua empresa está obtendo bons resultados e atraindo clientes ao mesmo tempo? Primeiramente, é necessário conhecer o problema:

O vício:

Captura de leads Imagine que você, pesquisando sobre economia de energia elétrica, encontra num ebook a oportunidade de sanar suas dúvidas e decide baixá-lo. Você deixa seu email e decide acompanhar a empresa que deixou o ebook, mas logo percebe que precisará fornecer seu email toda vez que for baixar mais algum conteúdo

Nisso, ainda nem levamos em conta outras empresas que também lhe pedirão seu lead ao longo do caminho. Eventualmente você vai se cansar desse formato! Esta ainda não é uma realidade recorrente porque não são muitas as empresas que adotam o inbound marketing, fato que promete não durar muito. Só que sua empresa precisa estar preparada!

Não estamos, com isso, sugerindo abandonar a estratégia convencional de captura de leads, mas esta não deve ser sua única alternativa! Quando a realidade supracitada vier à tona e seus clientes se aborrecerem com a ideia, eles poderão até usar serviços como o Dispostable para conseguir seu conteúdo sem um lead válido! Repetimos, sua empresa precisa estar preparada!

A cura:

FunilOK, você já sabe o que é inbound marketing, já sabe o que fazer com seus leads e agora você aprendeu que sua empresa não deve ser o tempo toda sedenta pela captura de emails. E então? Essas informações parecem estar conflitando? Não.

Acontece que você também sabe sobre marketing de conteúdo e como ele é fundamental para a atração de clientes em potencial e para a manutenção do relacionamento com quem já compra da sua empresa. Isso nos leva ao ponto chave: você não precisa exigir um lead em troca de conteúdo o tempo todo!

“Mas eu vou dar minha dica de graça?” Sim e não. Exigir sempre algo de volta (um lead, no caso) pode trazer a falsa sensação de resultados positivos, já que nem todos os emails são de pessoas que realmente desejam um relacionamento com sua empresa. Em contrapartida, uma ajuda voluntária fortalece muito mais a amizade do que uma troca de favores, não é mesmo?

, ,

Confira também:

Menu